As 5 infrações de trânsito que cometemos sem saber

As 5 infrações de trânsito que cometemos sem saber

 

As 5 infraes de trnsito que cometemos sem saber

Basta ficar 10 minutos no trânsito e veremos as mais variadas infrações sendo praticadas. Ocorre que nem sempre sabemos que aquele ato é uma infração.

Por isso, hoje, trarei as 05 (cinco) infrações de trânsito que eu considero que muitos cometem, mas nem sempre sabem que é uma infração.

1) Fazer manobras sem sinalizar:

Se fizessem uma pesquisa sobre as infrações mais cometidas, sem dúvidas, estaria no topo a de não sinalizar as manobras, geralmente com a luz indicadora (seta, pisca,…), de sair com o carro, parar, mudar de direção, trocar de faixa, dentre outros:

Art. 196. Deixar de indicar com antecedência, mediante gesto regulamentar de braço ou luz indicadora de direção do veículo, o início da marcha, a realização da manobra de parar o veículo, a mudança de direção ou de faixa de circulação:

Infração – grave;

Penalidade – multa.

2) Pane seca:

Outra infração que muitos não sabem é deixar o carro ficar sem combustível (a famosa pane seca), a qual ainda por cima é passível de remoção do veículo, estabelecida no artigo 180 do Código de Trânsito:

Art. 180. Ter seu veículo imobilizado na via por falta de combustível:

Infração – média;

Penalidade – multa;

Medida administrativa – remoção do veículo.

3) Deixar de dar passagem pela esquerda:

Essa, sem dúvidas, é uma das infrações mais praticadas e nem mesmo temos ideia de que é uma infração: não dar passagem pela esquerda quando o motorista de trás pede para passar (piscando o farol ou dando seta para a esquerda).

É aquele clássico caso de quem fica “passeando” pela faixa da esquerda, sem saber ou se esquecendo de que essa é uma faixa para quem quer fazer ultrapassagens e andar em velocidades mais altas; e que, na verdade, devemos permanecer na direita sempre que outros veículos estiverem em velocidade superior.

Art. 198. Deixar de dar passagem pela esquerda, quando solicitado:

Infração – média;

Penalidade – multa.

4) Arremessar água nos pedestres:

Para aqueles mal educados que gostam de fazer “brincadeiras” em dias de chuva, saibam que passar em poças para arremessar água nos pedestres é infração:

Art. 171. Usar o veículo para arremessar, sobre os pedestres ou veículos, água ou detritos:

Infração – média;

Penalidade – multa.

5) Não retirar o veículo após acidente sem vítima:

Uma das infrações que mais vemos por aí e que as pessoas provavelmente não sabem qual providência adotar é relativa a retirar o veículo da via de rolamento após um acidente sem vítimas.

Bateu de carro, não teve vítima e os veículos conseguem ser movidos? Nada de deixar os carros parados na pista, atrapalhando todo o trânsito e a segurança de quem trafega.

Após fazer todos os registros que entender necessários (fotos do acidente, anotação dos documentos,…), retire os veículos para fora da pista de rolamento e libere o trânsito.

Caso contrário, poderá cometer a infração do artigo 178 do Código de Trânsito:

Art. 178. Deixar o condutor, envolvido em acidente sem vítima, de adotar providências para remover o veículo do local, quando necessária tal medida para assegurar a segurança e a fluidez do trânsito:

Infração – média;

Penalidade – multa.

Com isso, termino o texto, esperando ter alertado os motoristas para algumas infrações de trânsito costumeiramente praticadas e nem sempre conhecidas.

Aproveito para te convidar a acessar o meu blog, basta clicar aqui.

Gostou do texto? Recomende a leitura para outras pessoas! Basta clicar no coração que está na parte esquerda do texto.

Comente também! Mesmo se não gostou ou não concordou.

Para atingir um resultado maior e melhor, o assunto deve ser debatido e as opiniões trocadas.

Um grande abraço e obrigado pela visita!

Pedro Magalhães Ganem

em busca da mudança de paradigmas

Capixaba, espírita, formado em Direito, atualmente exercendo a função de assessor de juiz de 1º Grau, devidamente inscrito na OAB/ES, atuante e sempre um estudante das áreas jurídicas. Pós graduado em Processo Civil e em Ciências Criminais. BLOG: pedromaganem.com; FACEBOOK: facebook.com/pedromaganem TWITTER: @pedromaganem CURRICULO LATTES: http://lattes.cnpq.br/5664464113483902

Portal Tributário

COMENTÁRIOS

Faça um comentário construtivo para esse documento.

Excelente artigo.

Sem duvidas duas ai se sobressaem das demais, deixar de dar passagem pela esquerda e realizar manobras sem sinalizar.

8

E quem é que vai fiscalizar os mocorongos que não saem da esquerda, inclusive em rodovias? Essa boiada é esquerdista mesmo. E os malandros que passam em poças de água, que nem deveriam existir? É, se o asfalto prestasse…

Na realidade as leis visam apenas a arrecadação para a corrupção e nada mais. Se uma lei tem por finalidade beneficiar as pessoas corretas, não funciona, não é posta em prática, não é divulgada etc etc etc.

Não conhecia a nº 4. Interessante!
Parabéns pela iniciativa em promover o conhecimento. Toda instrução, especialmente acerca das leis, nos traz benefícios.

Muito oportuno o alerta para infrações comuns no trânsito nas cidades ou nas estradas. Grato pelas informações.

2

Te digo mais uma: apressar pedestres.

Acho que, na verdade, não conhecemos quase nenhuma infração.
Somos, como povo, mto pouco interessados em saber direitos e deveres.

Ótimas lembranças em um excelente texto. Mas o item 3 é algo que transcende a paciência de quem precisa andar mais rápido por algum motivo: o murrinha que não cede a passagem pela esquerda. A grande realidade é que as auto-escolas não ensinam a dirigir, a ter educação no trânsito, a não ser egoísta, a saber as leis de trânsito. Elas simplesmente servem para ensinar os macetes para que as pessoas sejam aprovadas nas provas práticas dos Detrans.

Bom artigo, gostaria que acrescentasse, aquela infração ODIOSA, a meu ver:”cavar” uma vaga no meio da rua, bastando para isso, ligar o pisca alerta!

2

Esqueceu uma mais clássica:
Não esperar o pedestre atravessar quando o farol já está verde para o veículo, mas que, no entanto, o pedestre atravessou ao tempo da luz verde.
Vide art. 70, § único do CTB.

2

Tive que escolher 5 dentre tantas outras.

Isso acontece com frequência. Quando não, o cidadão dá seta errada e acaba provocando acidente. E mesmo quando seguimos à risca a legislação tem sempre um cidadão apressado que não quer nem saber, não respeita nossa sinalização de saída e insiste em passar. Mas e o que faz a Polícia que deveria estar cumprindo seu papel vigilante da lei? em lugar algum ou reunidos num único local batendo papo como já tenho observado aqui na região onde moro. A pane seca realmente tem que ser penalizada. Trafegar com veículo com tanque na reserva é muita imprudência. Sem falar no estrago que faz nas peças do veículo.
Em relação a água que espirra nos pedestres. É horrível mas existem situações em que não há o que se fazer e acontece. Desviar da poça de água e acabar batendo num outro veículo, por exemplo. Florianópolis é a cidade campeã em buracos nas vias públicas. Os prefeitos nunca dão solução. Acaba acontecendo porque fora os buracos, temos o grande problema de escoamento de água pluvial.

No item “3) Deixar de dar passagem pela esquerda”
credito que só pode ser executado se o veículo que esta na esquerda estiver com uma velocidade inferior ao limite da pista. O carro atrás deve manter distância segura e não pode executar a ultrapassagem caso o carro da frente já esteja no limite.
Também é possível que o ato de dar a passagem não aconteça naquele instante por questões de segurança (quando a pista da direita ainda tiver carros que não de para mudar, por exemplo)

1

Leonardo,

A lei não coloca qualquer condição.
Portanto, não importa se você já está no limite da pista (e o carro que vem atrás está além do limite).
A (possível) infração dele não te autoriza a ignorar a lei.

Do jeito que o John Doe fala, faz parecer que se tem um carro vindo eu tenho que sair da frente a todo custo. Mas mão é assim. A lei diz “quando solicitado” embora não diga qual é a maneira de se solicitar. A lei não diz que “estar na faixa da esquerda quando um veículo vem em velocidade maior do que a sua” é infração.

Jose Homann

Não é você que deve controlar a velocidade de outro veículo e sim um radar ou a polícia.

Uma pena que as pessoas que “levam banho” dos carros não fazem uma denúncia formal, nunca passei por uma situação dessas, mas será que nas delegacias a pessoa que vai prestar queixa será bem atendida?

1

Já dei bons banhos, HAUhauHau

Mesmo que o carro que está à esquerda esteja no limite da velocidade da pista, deve dar passagem, se alguém sinalizar pedindo passagem. Vou expor apenas três bons motivos:

a) O que pede passagem pode estar socorrendo alguém, levando-o a um hospital.

b) O que pede passagem pode ser um carro “chapa fria” com alguma autoridade em diligência.

c) Ainda, o que pede passagem, pode ser algum meliante em fuga e, caso impeça ou dificulte-o, você pode até levar um tiro, como várias vezes já foi noticiado.

os limites de velocidade no trânsito existem para manter a segurança de todos,

ao considerar que alguém em urgência possa colocar em risco essa segurança, não faz sentido para mim. explique-me mais por favor.

c) posso levar um tiro? ai mesmo que ele não vai ultrapassar então. e assim é menos projeteis contra outros. não faz sentido. se ele esta com presa, o tempo é seu inimigo, então melhor prejudicá-lo no tempo

Independentemente da velocidade da via, todo motorista pode transitar na faixa esquerda. Até aí, nenhuma novidade. Mas o que muitos não sabem é que ela deve ser usada apenas quando há intenção de se efetuar uma ultrapassagem. Feito isso, o condutor deve voltar para a pista da direita.
O artigo 30 do Código de Trânsito Brasileiro (CTB) diz que todo condutor, ao perceber que outro motorista que o segue tem o propósito de ultrapassá-lo, deverá, se estiver circulando pela faixa da esquerda, deslocar-se para a faixa da direita, sem acelerar a marcha. O parágrafo único complementa: os veículos mais lentos, quando em fila, deverão manter distância suficiente entre si para permitir que veículos que os ultrapassem possam se intercalar na fila com segurança.
Em resumo, se um carro aproxima do seu e pede passagem, pode ser que ele seja um apressadinho, sim, que apenas quer chegar mais rápido ao seu destino. No entanto, não cabe ao motorista da frente decidir a velocidade que o outro deve trafegar, mesmo que esteja cometendo um excesso de velocidade. Isso deve ser considerado pelo simples fato de, quando um veículo pedir passagem, você não pode julgar se ele estará certo ou errado. Pode ser uma situação de emergência. O automóvel em alta velocidade pode estar deslocando algum ferido, uma gestante, enfim, alguém com necessidades urgentes.

os limites de velocidade no trânsito existem para manter a segurança de todos, ao considerar que alguém em urgência possa colocar em risco essa segurança, não faz sentido para mim. explique-me mais por favor.

1

Apesar de desaparecido um tempo, surge novamente com um excelente artigo, parabéns. Só restou uma duvida. Se eu estou na velocidade máxima da pista tenho a obrigação de dar passagem pela esquerda?

Se não estiver ultrapassando ninguém no momento, claro que deve. Não importa a velocidade. E deveria mesmo que não houvesse lei, simplesmente pelo bom senso e boa educação.
Não é legal ficar na frente de um apressadinho pra “dar uma lição” nele fazendo andar no limite. Vai ser uma atitude que pode gerar ainda mais insegurança no trânsito do que a alta velocidade do infeliz.

Quanto a dar passagem pela esquerda, resta sempre a pergunta: estou na esquerda de uma estrada, à velocidade máxima permitida no trecho e um motorista pede passagem pela esquerda, com velocidade acima da máxima, estará ele com o direito que a Lei prevê?

1

Tópico de grande Utilidade Pública e, com certeza, de desconhecimento da maciça população, mesmo para nós, que militamos diariamente no Direito. Confesso, que desconhecia, das 05 infrações, 03, que procurarei corrigir no futuro. Muito agradecido e continue!

A grande dúvida na verdade é a seguinte. Você vai numa via movimentada. Está andando no limite, digamos 100km/h. Quando na faixa da direita encontra com uma grande quantidade de caminhões que estão transitando a 80km/h (é só um exemplo, sei que nunca aconteceria). Você começa a passagem dos caminhões pela pista da esquerda.
Aí vem um veículo se aproximando rápido pela sua faixa. Você tem 3 opções:
– Diminuir para 80km/h pra entrar na faixa da direita entre os veículos mais lentos.
– Aumentar a velocidade acima do limite pra evitar a aproximação do outro.
– Se manter ultrapassando os veículos mais lentos e deixar que o indivíduo acima da velocidade da via diminua.
Nesse caso eu escolho a terceira opção. Fora isso, não vejo porque bloquear a passagem de alguém.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s